Fale conosco

O que você está procurando?

Música

Ana Clara lança primeira parte do DVD ‘Batucada da Ana Clara’

Ana Clara - Crédito: Reprodução / Instagram
Ana Clara - Crédito: Reprodução / Instagram

Ana Clara conta detalhes de como foi criar o DVD, sua preparação e o momento mais emocionante: ‘Já queria chorar’

A cantora Ana Clara tem 14 anos de carreira no universo do samba e só tem o que comemorar. Nesta sexta-feira, 01/10, ela lançou nas plataformas digitais a primeira parte do DVD Batucada da Ana Clara, que conta com quatro músicas, sendo duas inéditas. Em breve, ela ainda fará outros quatro lançamentos ao longo das próximas semanas. Em conversa com o site Ti Ti Ti, a estrela contou mais sobre a criação do projeto e o que os fãs podem conferir no projeto.

“É um DVD que vocês vão poder conhecer um pouco mais da minha personalidade, das coisas que eu curto cantar. É um DVD autoastral e é isso que a gente sempre quis. Vivemos momentos pesados nesses últimos tempos, pandemia e tudo mais, então eu quis muito transformar o momento de dor que a gente passou em momentos mais leves, mais tranquilos e felizes. Eu espero de coração que eu consiga alcançar esse objetivo, que as pessoas se sintam tocadas e coloquem na playlist do churrasco de domingo, que faça parte de momentos familiares e da vida”, disse ela.

Inclusive, o nome do projeto já foi escolhido para dar esse tom mais familiar e de aconchego. “Batucada da Ana Clara surgiu sem querer. Batucada já vem de um lance super informal, né. É a pessoa que gosta de samba e que se junta com a sua galera e senta em uma roda. Então esse nome surgiu de uma ocasião como essa, de estar entre amigos, de estar dentro de casa, no quintal, fazendo uma batucada. Sem querer, a gente pensou: por que a gente não faz um projeto que se chama Batucada da Ana Clara? E aí ficou o nome. Fizemos na pandemia uma live com esse nome e seguimos com esse projeto da gravação do DVD. E, daqui pra frente, a gente quer continuar com esse nome, levando em shows e até uma turnê“, confidenciou.

O DVD conta com as participações especiais de Alexandre Pires, Guga Nandes, Marvilla e Di Propósito. “A escolha dos convidados realmente foi reunir amigos, pessoas que eu realmente gosto e tenho um carinho especial. Amigos é uma palavra que define“, declarou ela, que usou esse mesmo sentimento na hora de escolher o repertório.

Ana Clara conta que as músicas inéditas do novo DVD levam a sua identidade musical e essa sempre foi a sua prioridade desde que a ideia da gravação surgiu em sua cabeça. “A gente quis muito selecionar músicas inéditas. A gente quis, mais do que nunca, ter essa marca minha, da minha personalidade. Eu cantei regravações, mas o foco era a novidade. Era trazer a Ana Clara personalidade, a Ana Clara pessoa. Eu já tenho outros trabalhos gravados, mas agora eu quis trazer a minha personalidade à tona, histórias que eu curtia ouvir, histórias que faziam sentido para mim. Porque, às vezes, a gente quer tanto agradar os outros e esquece o que a gente curte ouvir. O foco foi muito esse. A gente ouviu muitas músicas, ficamos muito no repertório, que é a parte principal do trabalho. As músicas foram escolhidas a dedo, todas elas. Todas as músicas ineditas são especiais. O projeto todo é muito especial, justamente por ele ser diferente desde o momento em que começamos a desenhar ele“, declarou.

Inclusive, ela guarda no coração um momento especial do dia da gravação. “O momento que mais me marcou foi quando pisei na grama, quando eu comecei a cantar a primeira música e já queria chorar. Eu sou sempre essa pessoa. Eu sou ariana, mas eu sempre quero chorar. Eu devo ter alguma lua em alguma outra coisa, que eu sou muito chorona. O momento que eu vi que deu tudo certo, nós estamos aqui, obrigada senhor por isso! O DVD era para ter sido gravado antes da pandemia, era pra ter sido gravado no ano passado em março, e não foi gravado porque bem no comecinho a gente suspendeu, quando não sabia o que era a pandemia. A gente já fica na expectativa se vai sair ou não, todo mundo ficou angustiado. Em contrapartida, eu tenho muita fé e acho que tudo acontece quando tem que acontecer. A gente venceu e vai sair o DVD”, contou ela, que teve alguns cuidados especiais antes do tão esperado dia. “A preparação que eu faço para a gravação é que eu tenho uma fono que me acompanha sempre, tenho essa pessoa que cuida da minha voz. Eu faço exercícios vocais mais intensos e u gosto de ficar no silêncio. Eu não bebo, nunca bebi, gosto de dormir cedo, eu sou uma pessoa meio do contra e gosto muito da concentração. Oração, sempre conectada com Deus“.

Por fim, considerada uma das revelações femininas do samba, Ana Clara refletiu sobre a importância de estar em um mercado, que, antigamente, tinha muito mais cantores do que cantoras. “Hoje em dia a gente tem tantas mulheres maravilhosas e incríveis que tem se revelado que esse título é nosso, eu não vejo de uma pessoa só. Eu vejo de um movimento lindo, que a gente tem vivido, não só dentro do samba. É um movimento que é nosso, das mulheres, é lindo de viver e de se ver. Viva o samba, viva as mulheres num geral. Dentro do samba, a gente vive um moemnto muito oportuno, eu vivi para olhar para o lado e ver outras mulheres cantando. Cada uma com seu jeito de cantar, com seu jeito. Eu comecei cantando há mais de 10 anos e não tinha mulher que cantava, não tinha espaço, hoje a mulher briga por seu espaço e eu vejo homens respeitando e dando lugar para outra mulher. Hoje não existe uma mulher, uma revelação, existe um movimento. É lindo de se ver“, comentou.

Confira o vídeo da música Pause, gravada no DVD Batucada da Ana Clara: