Marido de Pugliesi rebate acusação de que projeto de apoio seria para limpar imagem

Anteriormente Erasmo e Gabriela Pugliesi reuniram amigos em sua casa em meio à pandemia e causou revoltas na web

Redação Tititi Publicado quarta 20 maio, 2020

Anteriormente Erasmo e Gabriela Pugliesi reuniram amigos em sua casa em meio à pandemia e causou revoltas na web
Marido de Pugliesi rebate acusação de que projeto de apoio seria para limpar imagem - Reprodução/Instagram

Na tarde desta quarta-feira, 20/05, Erasmo Viana surgiu no Instagram com um vídeo pedindo apoio a um projeto voltado à segurança dos profissionais de saúde, em período de pandemia do novo coronavírus. Entretanto, por causa do post, o influenciador foi acusado por um seguidor de estar fazendo campanha para poder limpar sua imagem. 

No vídeo, de sete minutos, o marido de Gabriela Pugliesi afirma que sempre participou de projetos sociais sem divulgá-los publicamente. "Mudei de opinião e [agora] acho que a gente tem o alcance, o poder de influenciar e divulgar nas redes sociais. Temos de mostrar as coisas que a gente faz", disse ele, complementando que influenciadores como ele "sempre serão julgados".

Nos comentários, uma pessoa questionou o propósito do vídeo e escreveu: "Muito bom, mas não dá para disfarçar a tentativa de reaver a imagem". O influenciador, no entanto, não deixou barato e respondeu: "Pense como quiser, amigo. Mas se doar um trocadinho para o projeto já está valendo!".

Erasmo e a mulher acabaram se envolvendo em uma polêmica ao receber convidados para uma festa, desobedecendo as orientações de isolamento social. Após diversas críticas, ambos se afastaram das redes sociais, mas Erasmo voltou recentemente, enquanto Gabriela continua sumida.

"Depois de alguns dias de detox e muita reflexão, meditação, muito aprendizado, obviamente, estamos de volta", disse quando voltou a reativar suas redes sociais.

"Precisava desses dias para mim, para assimilar tudo isso, a falta de responsabilidade, assimilar a grande responsabilidade que eu tenho. Eu já sabia disso e mesmo assim gente acaba errando. Mas foi importante, foi muito bom. Os dois primeiros dias foram muito difíceis, mas depois a gente até agradece pela crise, pela oportunidade para aprender. Só dessa forma a gente às vezes tem que parar para ouvir nosso eu interior, rezar, conversar com Deus, estar próximo de pessoas que possam nos dar a energia que a gente precisa. Foi um momento de muita introspecção, mas ao mesmo tempo a gente pode enxergar várias coisas da vida que a gente não enxergaria nessa bolha que a gente vive sem ter passado por esse tipo de problema", completou.

Último acesso: 28 Feb 2021 - 03:01:41 (1049350).